As Claras 

Brasil se classifica no Mundial Sub-17 com vitória sobre Nova Zelândia





30/10/2019

Foi um pouco mais difícil do que o esperado, mas a Seleção Brasileira Sub-17 alcançou seu objetivo: venceu os neozelandeses por 3 a 0, mesmo atuando boa parte do tempo com um jogador a menos. Com seis pontos no Grupo A, a vaga às oitavas de final está carimbada.

Logo aos 4 minutos, o Brasil perdeu a primeira chance clara de gol. Cruzamento rasteiro para a pequena área, Kaio Jorge chutou desequilibrado e mandou para fora em um lance que tinha tudo para ter um final mais feliz.

Aos 20 minutos, a jogada se repetiu. O ponta-direita Veron invadiu a área, cruzou rasteiro e desta vez, Kaio Jorge – promessa do Santos - não perdoou: Brasil 1 a 0.

A partir daí, o domínio brasileiro foi total e a seleção desperdiçou, pelo menos, uma chance de marcar, que parou nas mãos do goleiro Paulsen.

Em um lance infantil, o lateral-direito Yan Couto – atleta do Coritiba - pisou nas pernas de um neozelandês no meio-campo. O árbitro Mário Escobar não titubeou e deu cartão vermelho direto para o brasileiro, desfalcando o time aos 42 minutos do 1º tempo.

No 2º tempo, com um a menos, o Brasil penou. Aos 4 minutos, Garbett arriscou de fora da área e a bola passou muito perto da meta verde e amarela. Aos 7, Garbett tentou novamente de longe, desta vez o goleiro Matheus defendeu sem dar rebote.

Aos 9 minutos, em um cruzamento rasteiro para a área, Van Hattum se antecipou e mandou para fora, perdendo uma chance incrível para a Nova Zelândia. Aos 16, foi a vez de Randall perder outro gol. Ele recebeu na área, virou o corpo e chutou para fora.

O Brasil alcançou o segundo gol aos 36 minutos, graças a um erro do goleiro Paulsen, que tentou dominar na frente de Talles Magno. O craque brasileiro, roubou a bola e marcou o seu primeiro gol neste mundial.

Com a Nova Zelândia desnorteada, o Brasil chegou ao terceiro gol em outra falha, desta vez da linha defensiva, que cruzou uma bola em frente a área. Erro grave. Diego pegou, partiu em velocidade e fuzilou o goleiro Paulsen.

A vitória por 3 a 0 fez a festa dos 14 mil torcedores que lotaram o Bezerrão. A seleção enfrentará no
próximo jogo a seleção angolana, outra equipe já classificada para as oitavas de final. A partida será em Goiânia, sexta-feira às 20 h. O Brasil tem a vantagem do empate por ser o primeiro lugar do Grupo A, por ter melhor saldo de gols.

Ficha técnica:
BRASIL 3 x 0 NOVA ZELÂNDIA
Competição: Mundial Sub-17 (Primeira Fase – Grupo A)
Local: Estádio Bezerrão, Gama (DF)
Juiz: Mário Escobar (Guatemala)
Público: 14.158
Brasil: Matheus Donelli, Yan Couto, Henri, Luan Patrick e Patryck; Daniel Cabral, Talles Costa (Garcia) e Peglow (Sandry); Veron, Kaio Jorge (Diego) e Talles Magno. T: Guilherme Dalla Dea.
Nova Zelândia: Paulsen, Naicker, Simpkin, Hillis (Wilson) e Strong; Hamilton (Jelacic), Stamenic, Bark (Lobo) e Randall; Garbett e Van Hattum. T: José Figueira.
Gol: 1º tempo: Kaio Jorge (20). 2º tempo: Talles Magno (36) e Diego (45).

Edição: Fábio Massalli

Fonte: Carlos Molinari – Repórter da TV Brasil


Comente esta notícia:

Comente esta notícia:

Nome:      E-mail: 

Comentário:





Últimas noticias