As Claras 

Governo inaugura escola e anuncia construção de 17 creches em Samambaia





7/4/2013

Durante a inauguração do Centro de Educação Infantil 210, nesta sexta-feira (05), em Samambaia, o governador Agnelo Queiroz anunciou a construção de 17 creches na cidade para crianças de 0 a 5 anos. Cada uma atenderá 220 crianças. Já a unidade de ensino funcionará em período integral e receberá 270 crianças de 4 a 5 anos. Os alunos ficarão na escola por 10 horas e terão cinco refeições por dia. O GDF investiu cerca de R$ 3,3 milhões na obra.

“A escola que estamos inaugurando hoje tem toda a infraestrutura necessária, invejável a qualquer escola particular no DF”, destacou o governador. “Precisamos acabar com a noção de que escola pública é de segunda classe. Estamos transformando a escola pública do DF em uma escola qualificada”, completou.

Mãe de Samuel, 4 anos, aluno do 1º período, Soraia de Jesus, 24 anos, afirmou que a ação melhorou, e muito, a vida das mães que trabalham o dia todo. “É excelente o governo abrir mais escolas nas regiões administrativas. As crianças sofriam muito tendo que estudar no Plano Piloto”, alegou. Ela pretende matricular a filha mais nova também na nova escola.

“A maior alegria para o gestor público é inaugurar uma escola como esta e saber que as crianças estão recebendo educação de melhor qualidade,” reforçou Agnelo Queiroz.

Há 17 anos na Secretaria de Educação, o coordenador pedagógico Pepe Borges destacou as características desse modelo de unidade de ensino. “É um trabalho que ensina valores e ajuda a criança a desenvolver autonomia e ter identidade própria. Esse trabalho é desenvolvido com mais qualidade com a abertura de escolas específicas para a educação infantil”, argumentou.

Para Sérgio Renato Gomes, 49 anos, pai de Maria Eduarda, 4 anos, a escola em turno integral é a melhor iniciativa. “Fico feliz em ver minha filha em uma escola integral, convivendo com crianças da mesma idade e recebendo cinco refeições por dia. Caso contrário, ela ficaria a metade do dia em casa, sem aprender nada”, destacou.

O governador também ressaltou os investimentos na infraestrutura das escolas e na qualificação dos recursos humanos. Ele também lembrou o acordo histórico com os professores e o trabalho para que os educadores tenham a mesma valorização que as demais carreiras de ensino superior.

Escolas novas

O GDF também já entregou cinco novos Centros de Educação Infantil na Estrutural, São Sebastião, Brazlândia, Planaltina e Riacho Fundo I. Essas unidades escolares funcionam em tempo integral de 10 horas e oferece cinco refeições por dia.

O secretário de Educação, Denilson Bento da Costa, chamou atenção para o investimento que está sendo aplicado em novas escolas de educação infantil no DF. “A rede pública está convivendo com escolas sucateadas e provisórias. O governo quer mudar essa realidade e oferecer escolas de qualidade que possam contribuir com o pleno amadurecimento educacional das crianças”.

Também no mês passado, foram inauguradas outras duas grandes escolas, o CED 1 do Cruzeiro e a EC 19 de Taguatinga.

Mais seis reconstruções estão sendo realizadas e tem previsão para serem concluídas ainda este ano. São elas: EC 121 e EC 108 de Samambaia, EC 203 de Santa Maria, CEF 17 de Ceilândia, EC 401 do Recanto das Emas e o CILT de Taguatinga.

Além disso, o GDF, em parceria com o MEC, também vai construir 56 Centros de Educação da Primeira Infância (creches) no Distrito Federal, que atenderão a crianças de 0 a 5 anos. As primeiras regiões administrativas contempladas serão Brasília, Sobradinho, Planaltina, Ceilândia, Guará, Samambaia, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Areal, em Águas Claras, e Lago Sul. A meta do governo é chegar a 111 creches até 2014.





Fonte: Ascom SEDF com Agência Brasília


Comente esta notícia:

Comente esta notícia:

Nome:      E-mail: 

Comentário:





Últimas noticias